Associados da Coocam iniciam colheita dos campos sementeiros de soja

Cooperativa projeta aumento de produção de sementes em mais de 25%. Valor agregado é diferencial para associado multiplicador.

A colheita de grãos da safra 2016/2017 está apenas no início, mas as expectativas são as melhores possíveis. Na produção de sementes, os associados da Cooperativa Agropecuária Camponovense – Coocam, já iniciaram a colheita e os campos, monitorados durante todo o desenvolvimento da soja, estão correspondendo em produtividade e qualidade de sementes.

Com uma produção anual de mais de 100 mil sacos de semente de soja, a Coocam tem uma expectativa neste ano, de aumentar a produção para 130 mil sacos. Com exigências de alta qualidade das sementes, a Coocam modernizou sua gestão para atestar a qualidade das sementes.

Com um sistema de rastreabilidade de sementes implantado, onde associados e clientes da cooperativa podem monitorar todo o processo, desde plantio, tratamentos, colheita e armazenagem, o programa apresenta ainda o vigor e germinação do produto, demonstrando transparência e confiança ao homem do campo.

De acordo com o Engenheiro Agrônomo, Helan Paulo Paganini, responsável técnico pela produção de sementes na Coocam, além do programa de rastreabilidade, a cooperativa também instalou o Laboratório de Controle Interno de Sementes, para acompanhar a germinação e vigor das sementes do beneficiamento até a expedição do produto.

Helan ressalta que nesta safra, a produção de sementes que iniciou na segunda-feira, 27 de fevereiro, com a colheita de uma nova variedade de soja, as expectativas quanto à qualidade do produto são grandes. “Tivemos um bom ano, com plantio realizado de forma tranquila e durante toda a safra o clima colaborou, não tivemos grandes problemas com doenças e pragas e com os campos sementeiros sendo manejados de forma eficiente, além do trabalho dos associados multiplicadores, teremos uma grande colheita de sementes. A expectativa é muito boa e esperamos ter uma produção média de 70 sacos/hectare”, informou Helan.

Neste primeiro campo sementeiro, o associado da Coocam João Debastiani, da Agropecuária JJD, semeou uma nova variedade de semente, em que a cooperativa é licenciada para multiplicar. Trata-se da variedade BS 1519 LL. “A Bayer disponibilizou essa tecnologia LibertyLink, que é uma soja tolerante ao glufosinato de amônio, que é uma ferramenta que o produtor tem para manejar áreas com dificuldade de controle de plantas daninhas, como por exemplo a Buva, a corda-de-viola e o azevém, e com essa ferramenta, o produtor pode fazer uma rotação de ativos dentro da área, para conseguir controlar as plantas daninhas”, informou Helan.

A tecnologia desta semente multiplicada na Coocam permite o uso do herbicida Liberty em pós-emergência, para o manejo de plantas daninhas, sem prejudicar as plantas de soja. O glufosinato de amônio não possui caso de resistência registrado no Brasil e apresenta um amplo espectro de controle de plantas daninhas de folhas larga e estreita.

A qualidade das sementes produzidas pela Coocam é diferencial no mercado, destaca Helan. “A Coocam produz uma semente com alta qualidade. A rastreabilidade é uma garantia para o produtor, que confere todo o processo de produção e na cooperativa, priorizamos ter uma semente com alta germinação e vigor, para que a produção de grãos evolua a cada safra”, afirmou.

Agregar valor a produção de soja dos associados é um dos diferenciais para multiplicar a cultura. Helan destaca que com a produção de sementes, os produtores obtém rentabilidade e recebem a melhor tecnologia disponível a cada safra. “Com a produção de sementes, todas as novidades, novas variedades, chegam primeiro nos campos sementeiros dos associados multiplicadores e com isso, esse sementeiro tem em primeira mão a melhor tecnologia do momento e também tem um ganho maior com a semente, pois recebe uma bonificação por multiplicar o produto”, finalizou.

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1468 de 02 de Março de 2017.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui