Dengue: Encontrado em Campos Novos primeiro foco do ano do mosquito

Em Campos Novos agentes de endemias encontraram o primeiro foco deste ano do mosquito Aedes Aegypti. O caso foi detectado na terça-feira (4),segundo esclarece a Vigilância Sanitária e o caso divulgado somente hoje, quinta-feira.

Além da Dengue, o mosquito Aedes Aegypti é capaz de transmitir doenças como Chikungunya e Zika vírus. O foco foi identificado em uma armadilha implantada no Bairro Boa Vista. A partir da identificação, foi iniciado o processo de delimitação de foco, que compreende um raio de 300 metros a partir do local.

É o primeiro registro de foco do mosquito encontrado em 2020. Dentro desta área, as agentes de endemias estão realizando inspeções nas residências, terrenos baldios e estabelecimentos comerciais e industriais com o objetivo de localizar e acabar com possíveis novos focos e informar a população a importância de eliminar todo tipo de material que possua acúmulo de água.

De acordo com o gerente da Vigilância, Ricardo Silva, 113 armadilhas estão instaladas na cidade, além de outros pontos estratégicos  distantes 200 metros uns dos outros, monitorados semanalmente para detectar novos focos com larvas do transmissor.

“Não há motivo para pânico e a população também pode denunciar a existência de terrenos baldios ou áreas que possam contribuir com a proliferação do mosquito, de maneira presencial junto ao Agiliza Campos Novos, com total sigilo de identificação”, diz Ricardo.

O vice-prefeito Marco Pereira acompanhou o trabalho das Agentes de Endemias em visita a domicílios dentro do raio de ação, conversando com os moradores sobre os cuidados que cada um deve ter dentro da sua propriedade. Marco não descartou a possibilidade de o município adotar medidas para conter o avanço do mosquito, com ações preventivas e até mesmo a aplicação de multas a moradores e empresas que não colaborarem.

Campos Novos é considerado pela Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina (DIVE), município em estado de Infestação, quando foram encontrados em 2019, 38 focos do mosquito. O último registro foi em setembro de 2019, no Bairro Boa Vista. Não houve registro de pessoas com a doença em Campos Novos.

Tendo em vista que o bairro Boa Vista se encontra em estado de infestação há mais de dois anos, a equipe de Endemias reforça que caso seja realizada uma vistoria em residências, empresas ou terrenos baldios e identificados casos da não-colaboração, os proprietários serão notificados e posteriormente multados.

Orientações para evitar a proliferação do Aedes Aegypti:

* Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usá-los, coloque areia até a borda;

* Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

* Mantenha lixeiras tampadas;

* Deixe os depósitos d’água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

* Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;

* Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana;

* Mantenha ralos fechados e desentupidos;

* Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;

* Retire a água acumulada em lajes;

* Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em banheiros pouco usados;

* Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;

* Evite acumular entulho, pois ele pode se tornar local de foco do mosquito da dengue;

* Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;

* Caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou zika vírus, procure uma unidade de saúde para o Atendimento.

*Informações: Comunicação/PMCN

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui