Revival Vitoriano!

Ana Kantovick

Hello garotas.

Na coluna desta semana um assunto fashion bem histórico e cheio de glamour. Nós estamos vivendo os tempos mais democráticos em termos de moda. Tudo é possível, as tendências se misturam e testamos diversos estilos em uma mesma produção. Mas com tanta informação circulando de maneira tão rápida é como se os tempos se misturassem. Deste modo, as referências históricas aparecem cada vez mais marcadas nas coleções e escolhas de moda atuais.

Um destes exemplos que têm tomado muita força desde 2019 é a “Moda Vitoriana”. Com um ar do figurino do filme “O vento levou” é um estilo é oriundo da cultura inglesa e é alusivo ao período de reinado da Rainha Vitória no século XIX. Com características bem marcantes, é uma referência de moda que literalmente fez e faz história. Ombros volumosos somados a cinturas extremamente marcadas fazem contraposto aos tecidos leves. A gola alta, os babados e as rendas, somadas aos tecidos acetinados são também uma referência desta época e estão em alta nas próximas estações.

Acontece que toda esta mistura nos leva a um visual meio princesa do século passado. Então, como tirar o ar de donzela do velho oeste inglês e criar looks modernos com referências vitorianas? Se sua intenção for marcar bem a época e ousar, o look pode ser monstado vestidos fluidos, cheios de babados e cores que lembrem a natureza ou corsets acetinados. Já se sua intenção é um look mais cool, aposte em corset ou tops que tenham estas mesmas referências, mas use-os mesclados com calças jeans e sapatos mais pesados. E para complementar o look makes suaves com peles bem feitas, aparecem somadas aos cabelos fluidos e joias exóticas. Que tal experimentar estas dicas, soltando toda a sua criatividade e nos marcar nas suas redes sociais? Esperamos pelos seus looks. Até a próxima semana!

Por: Ana Kantovick

Contatos em redes sociais:
Instagram: @anakantovick
Facebook: Ana Kantovick
Site: anakantovick.wordpress.com – (49) 998238633

*Coluna de Moda, publicada no jornal ‘O Celeiro’, Edição 1612 de 06 de Fevereiro de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui