Fique em Casa!

Quem na atualidade já vivenciou uma situação tão tensa como essa? Ninguém está de férias, mas está todo mundo em casa por obrigação. Familiares nunca passaram tanto tempo juntos no mesmo ambiente. O isolamento é difícil, porém é necessário. Parece extrema, mas é pesando no bem de toda a população que as medidas foram tomadas. Portanto obedeça, e fique em casa.

Enquanto uma parcela da população se previne, existe a outra metade que causa preocupação porque ignora o pedido, não leva a sério e desconsidera a ordem e consideram desnecessárias as ações de prevenção. Por gozarem de boa saúde não lembram que podem ser vetores dos vírus prejudicando a saúde dos mais vulneráveis: os idosos. Não os coloquem em risco, fiquem em casa.

Vamos presentear o mundo com atitudes altruístas, com solidariedade e amor ao próximo. Pense no seu pai, na sua mãe, nos avos, tios e toda a comunidade da terceira idade que está ao redor. Se não concordar, mesmo assim, pela força da Lei do Decreto fique em casa.
Bateu o tédio? Já não aguenta mais seu irmão? Está chato? Já assistiu todos os filmes e séries? Está deitado olhando para o teto? Você não é o único no mundo, todos estão passando pela mesma situação, mas logo vai passar, por isso fique em casa.

Para ficar mais fácil tente primeiro entender o que de fato é o Covid-19, pesquise e veja porque esse vírus é tão perigoso. Ao perceber a seriedade do problema e ver que não é apenas um simples resfriado, é mais fácil que haja o convencimento de que o melhor a fazer é ficar em casa.

O que fazer então neste período? Tente se aproximar e aprofundar ainda mais os laços com seus familiares, às vezes achamos que os conhecemos demais, mas quando voltamos a conversar com eles descobrimos coisas que não sabíamos. Reorganize seu guarda-roupa, separe peças que já não cabem mais. Descubra um novo hobby, aprenda um novo idioma, um instrumento, aprofunde seus conhecimentos. E porque não aproveita esse momento para se conhecer melhor, fazer uma autoanálise e pensar sobre o rumo que ela está tomando. Não existe melhor companhia do que a de si mesmo. Quando isso passar e tudo voltar ao normal, você poderá se arrepender de ter deixado passar essa oportunidade de mergulhar em você e nas pessoas que você ama.

Faça tudo o que imaginar no aconchego do seu lar, mas, por favor, só não saia de casa!

Por: Priscila Nascimento
Jornalista

*Editorial publicado no Jornal ‘O Celeiro’, Edição 1619 de 26 de março de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui