Governo do Estado anuncia liberação para igrejas, templos, shoppings e academias

Autorização para atividades religiosas vale a partir desta terça-feira (21). Centros comerciais e academias terão liberação a partir de quarta (22)

O governo do Estado anunciou em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (20) a liberação de atividades para igrejas, templos religiosos e afins. O Centro de Operação de Emergência em Saúde (Coes) publicou uma portaria no Diário Oficial regulamentando o segmento. A autorização de funcionamento já vale a partir desta terça-feira (21).

Segundo o secretário de Saúde, Helton de Souza Zeferino, as igrejas e templos terão que cumprir medidas de combate à Covid-19, assim como outros estabelecimentos. A portaria prevê que as fileiras de bancos sejam ocupadas de forma alternada – uma ocupada, uma vazia – e com distanciamento de 1,5 metro entre cada fiel.

A regra estabelece que o local comporte apenas 30% do limite total de público. “Ouvimos os setores e estabelecemos alguns regramentos importantes […] Eu tenho certeza que todos os templos de todos os credos têm total interesse em cumprir as normas de segurança. Isso vai acontecer com tranquilidade”, afirmou o governador Carlos Moisés da Silva.

“Nessa portaria nós temos a capacidade limite desses estabelecimentos. Temos regramentos específicos como utilizamos para todas as atividades que estão neste momento regulamentadas, com uso de máscara, álcool gel”, disse Zeferino.

O atendimento aos integrantes dos grupos de risco, como idosos, hipertensos, diabéticos e gestantes deverá ser realizado exclusivamente em domicílio, segundo a portaria.

O governo do Estado deve concluir nesta terça-feira (21) o texto que vai liberar as atividades de shoppings centers, centros comerciais e galerias. A nova portaria também regulamentará o funcionamento para academias e atividades físicas ao ar livre, como em parques, praças e praias. A expectativa é de que haja autorização para essas atividades a partir de quarta-feira (22).

Moisés lembrou que os municípios podem editar medidas mais rígidas do que as do Estado, caso algum prefeito julgue necessário. O governador também atualizou os números da Covid-19 em Santa Catarina: são 1.063 casos confirmados e 35 óbitos. Além disso, 103 pacientes ocupam leitos de UTI entre confirmados e suspeitos.

As regras para igrejas e templos

-Lotação máxima de 30% da capacidade do local;

-Lugares de assento devem ser disponibilizados de forma alternada entre fileiras;

-Fieis devem utilizar máscaras ao ingressarem no estabelecimento e higienizar as mãos;

-Igreja ou templo devem disponibilizar álcool gel 70% ou sanitizantes de efeito similar;

-O atendimento aos integrantes dos grupos de risco, como idosos, hipertensos, diabéticos e gestantes deverá ser realizado exclusivamente em domicílio.

*INFORMAÇÕES: REDE CATARINENSE DE NOTÍCIAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui