O que o Coronavírus trouxe de mudanças nas empresas

A crise que estamos vivendo passou a mudar nossos hábitos de consumo e automaticamente as empresas mudarem sua forma de atuação. Vimos empresas se reinventando para não fecharem suas portas, empresas que não tinham pagina nas redes sociais, fazendo; empresas que não vendiam por tele entrega, entregando; e várias outras formas de vendas, ou interação com os clientes sem ter o contato com eles.

Empresas que fazem um controle financeiro completo, puderam agora ver a importância desta gestão para dentro da empresa, na qual conseguem, através de relatórios, montar uma estratégia de negócio para não deixar o caixa zerar e assim resistirem a este momento de instabilidade econômica, reduzindo custos e despesas, negociando com fornecedores ou clientes, etc.

Temos exemplos de que algumas formas de trabalho que fomos obrigado a fazer podem ser uma solução que podemos continuar mesmo depois que tudo isso passar, como o home-office, tendo uma economia em questão de espaço, podendo alugar uma sala comercial menor do que seria necessário se tivesse todos os funcionários na empresa.

Acredito que esta situação deu um empurrão para a digitalização das empresas, o e-commerce virou essencial, trazendo novas formas e ferramentas de vendas.

Toda empresa tem que ter um plano de ação, olhando para o curto, médio e longo prazo para tomar as melhores decisões, e estarem prontos para quando a retomada da economia começar, saírem na frente.

Minha dica de hoje é que as empresas façam estratégias para enfrentar a queda no movimento de clientes, do faturamento e da produção, e um plano de ação para a retomada dos negócios, para tirar o prejuízo o mais rápido possível.

Por: Thiago W. Fagundes, Contabilista, RP: SC-041884/O-0
FG Contabilidade Consultiva
(49) 3541-2462

*Coluna ‘Contabilidade Consultiva’, publicada no jornal ‘O Celeiro’, Edição 1627 de 21 de maio de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui