Paróquias deverão seguir determinações dos municípios sobre presença de fieis nas Missas

Bispo Dom Mário Marquez ressalta que a Igreja manteve rigor nos cuidados sanitários e que não ficaram claros motivos das novas restrições.

O Bispo Diocesano Dom Mário Marquez, emitiu no final da tarde desta sexta-feira (31), um comunicado para os fieis e parócos da juridicação da Diocese de Joaçaba, a respeito da recomendação da CIR Meio Oeste, para suspensão da presença dos fieis na celebração da Santa Missa.

A recomendação foi adotada embora a Igreja Católica estivesse seguindo rigorosamente a restrição de público, com distanciamento social, uso de máscaras por todos, álcool em gel à disposição na entrada e na saída, e por longo período manteve as Missas só com os padres e leitores.

Dom Mário observa que embora os motivos não estejam claros, os párocos devem seguir as determinações.

Nota de Dom Mário

“A Diocese de Joaçaba, com suas 25 Paróquias e trinta e um municípios em sua jurisdição, vem desde o início da pandemia do Covid- 19, se preocupando com o cuidado da vida das pessoas e respeitando todas as orientações sanitárias propostas pelos órgãos de saúde.

No dia 17 de março em cumprimento ao Decreto Estadual suspendemos as celebrações com a presença de público.

Mesmo com a flexibilização ocorrida no dia 20 de abril, pelo Governo do estadual, mantivemos a suspensão das celebrações presenciais, com o objetivo de colaborar e preservar a vida das pessoas.

Somente no dia 04 de julho, possibilitamos a volta das Missas presenciais, respeitando todas as recomendações dos órgãos de saúde.

Com o agravamento atual do número de casos, alguns municípios estão restringindo algumas atividades, entre elas as Missas e Cultos religiosos presenciais. Ressaltamos que sempre mantivemos os cuidados, para além das recomendações sanitárias.

De forma, que não proporcionamos, em nenhum momento aglomerações que viessem pôr em risco os fiéis que participaram das celebrações. 

Assim, não ficou claro o critério para estas novas determinações presentes em alguns municípios de nossa jurisdição.

Mesmo assim, orientamos que os Párocos e Administradores Paroquiais sigam e cumpram as determinações previstas em seus respectivos municípios.

Nas cidades onde não houve alterações continue sendo seguidas as orientações emitidas no último decreto diocesano.

Minha saudação e prece para que, juntos na fé que nos une e na esperança que nos alimenta, possamos superar esse momento que nos desafia a viver mais concretamente a nossa fé”.

Joaçaba 31 de julho de 2020

Dom Mário Marquez, OFMCap  –  Bispo Diocesano

*INFO: Diosede se Joaçaba/Rádio Cultura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui