Cenário político regional amplia participação feminina

Após 20 anos Campos Novos volta a ter uma Mulher atuando na Câmara de Vereadores. Outros municípios da região também voltam a contar com a presença feminina no Legislativo e Executivo.

No ano de 1974, pela primeira vez, duas mulheres participaram do cenário político de Campos Novos. Em meio a tantos homens, elas surgiram e deixaram sua marca e exemplo abrindo o precedente para que mais mulheres participassem das decisões políticas do município. No entanto, o que parecia ser um movimento em direção a igualdade acabou não se consolidando, e desde então apenas quatro mulheres foram eleitas em Campos Novos, a última atuou como vereadora até o ano 2000, como você irá ler em breve. A partir de 2021, após 20 anos, mais uma mulher irá fazer parte da história do Poder legislativo de Campos Novos. Celina Manfroi Cassiano, a mulher mais votada do município, com 1746 votos, recebeu com alegria a noticia, e afirma ter consciência da responsabilidade que terá, mas acredita que poderá incentivar mais mulheres a atuar na política.

Sobre a importância da participação feminina na política, Celina destaca a importância da promoção da representatividade nas discussões. “È uma responsabilidade gigantesca ser a única mulher eleita e trazer a representatividade, a problemática e a vivência das mulheres para assim discutir um município de todos. Levantei a bandeira da questão da inclusão e temos de levar a análise nas legislações e pensar leis que englobem e que façam com que Campos Novos seja uma cidade de todos. Não há como ter um município bom para todos se não for bom para cada um de nós. Por isso a importância da representatividade de mulheres e de fomentar para que outras lideranças se formem. Dessa vez apenas eu me elegi, mas espero que no futuro tenhamos muitas mulheres eleitas contribuindo com o processo democrático. A participação das mulheres é muito importante porque faz com que agente tenha representatividade na discussão. É um resultado muito feliz. Quero construir um mandato participativo e colaborativo no qual as pessoas tenham vez e voz para falar. As mulheres fizeram um grande movimento para que isso fosse possível”, declarou ao jornal.

Na região da Amplasc já tínhamos a participação de duas mulheres a, uma frente do município de Vargem, e outra a frente do município de Monte Carlo. Neste pleito mais mulheres foram eleitas como vereadoras e prefeitas, representando um grande avanço e mudança no palco político que é formado em sua maioria por homens. Em posições de liderança as mulheres poderão discutir e defender a igualdade entre gêneros, além de elaborar leis que apóiem e incentivem a independência feminina. Nos sete municípios da Amplasc houve uma renovação nas Câmaras de Vereadores. Em Abdon Batista foi eleita a vereadora Joce do MDB. Em Brunópolis foram eleitas Prof. Tania (PL) e Elaine (MDB). Em Celso Ramos foram eleitas Marilene Martinelli (PSDB) e Sirlei Camargo (PSD). Monte Carlo não elegeu nenhuma mulher como vereadora, porém Sonia Vedovatto (PSDB) foi reeleita como prefeita. Em Vargem Adrianinha da Saúde (PL) e Rosane Kunen (MDB) foram eleitas vereadoras e Milena Lopes reeleita prefeita. Zortéa elegeu Prof.ª Carla (PP) como vereadora e Rosane Infeld (PP) como prefeita.

Campos Novos

Com palavras rebuscadas, Enedy Padilha, uma mulher com rica bagagem e conhecimento sobre Campos Novos, contribuiu para nossa matéria. Não poderíamos modificar em nada sua síntese e por isso vamos usá-la na integra para que você relembre ou conheça a trajetória das mulheres na política local.

“Em 138 anos de História do Poder Legislativo em Campos Novos, tivemos somente 4 mulheres eleitas para ocupar uma cadeira na Câmara de Vereadores! As senhoras Elza Amália Chiochetta e Maria de Lourdes Andrade Becker foram as primeiras vereadoras camponovenses eleitas para participarem da gestão 1974 a 1977. Na época, eram 11 édis. Portanto, após 92 anos da instalação do Conselho Municipal, atual Câmara de Vereadores, aconteceu a primeira participação feminina naquela “Casa de Leis”.

A terceira vereadora camponovense eleita foi a senhora Terezinha Ribeiro. Esteve vereadora entre os anos de 1983 e 1988. Naquela gestão, eram 13 o número de integrantes do Poder Legislativo. Após 10 anos, tivemos a participação feminina na Câmara de Vereadores entre os anos 1993 a 1996, com a eleição da senhora Mariza Leite Fernandes. Essa se reelegeu para a gestão de 1997 a 2000. Sendo a única camponovense a ocupar por dois mandatos.

Nesse dia 15 de novembro de 2020, data em que comemoramos os 131 anos da Proclamação da República no Brasil. Em Campos Novos, após 20 anos sem termos representação feminina na Câmara Municipal, foi eleita a senhora Celina Manfroi Cassiano, com 1746 votos. Com essa expressiva votação, superou os 8 colegas vereadores eleitos para a gestão 2021-2024. Sendo assim, Celina Manfroi Cassiano, fora a primeira mulher na História Política desse município que conseguiu tal feito! E, poderá entrar também para a História local: como a primeira mulher presidente do Poder Legislativo de Campos Novos, o Celeiro Catarinense.

Enedy Padilha

*Reportagem publicada no jornal “O Celeiro’, Edição 1653 de 19 de Novembro de 2020.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui