Dia feliz

Um ano e um mês. Esta foi a duração da corrida para pesquisar, conhecer, entender e achar um antígeno capaz de deter o novo coronavírus. Em dezembro este novo vírus surgiu na China e levou poucos meses para se espalhar pelo mundo. Nesta terça-feira (19), com o início da imunização, o Brasil sentiu uma sensação de liberdade e tranquilidade, e renovou a esperança de que logo estaremos livres desta pandemia. As grades desta prisão invisível estão prestes a se abrir.

Muitos ficaram descontentes e frustrados com a quantidade de vacinas recebidas. Imaginavam uma imunização em massa, e por isso reclamaram. Mas ao assistir os primeiros vacinados, logo o desapontamento foi substituído pela alegria e emoção de ver que o sonho logo será uma realidade e neste dia ele apenas se apresentou. Oramos por esta descoberta. Dia a dia líamos o jornal na esperança de uma notícia sobre vacinação. Hoje a notícia está estampada em nossa capa. Alguns profissionais de saúde representaram os camponovenses que logo irão ter esse privilégio.

Hoje foi um dia histórico para o Brasil e para Campos Novos, ficará marcado em cada um que vivenciou este período. Ao ver cinco pessoas sendo vacinadas nossos olhos marejaram, imagine quando for uma população maior. Aguardamos este dia com grande expectativa.
O jornal ‘O Celeiro’, noticiou esta informação com grande alegria e compactua com este sentimento de esperança. Que a vacina nos possibilite mais abraços e mais momento juntos. E que nunca nos esqueçamos das muitas lições que esta pandemia nos ensinou.

Por: Por: Priscila Nascimento,
Jornalista

*Editorial, publicado no jornal ‘O Celeiro’, Edição 1660 de 21 de Janeiro de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui