O avanço brasileiro no mundo dos negócios

O empreendedorismo é uma tendência crescente no Brasil, em 2020, mesmo em meio a pandemia houve um aumento de 19% na abertura de novas empresas em relação a 2019, e, esse ano de 2021 não está sendo diferente. Somente no primeiro bimestre deste ano, o Estado já contabilizou um saldo de 25.260 novos negócios. O resultado representa um aumento de 39% em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a Junta Comercial de Santa Catarina – JUCESC, 80% das empresas constituídas, mais precisamente, 29 mil novas empresas são Microempreendedores Individuais (MEI). Em segundo lugar, estão as Limitadas (LTDA), com 6 mil novos empreendimentos, que representam 12% do total, nas demais classificações estão Empresários Individuais, Eireli, entre outras.

O estado de Santa Catarina mostra que tem uma veia empreendedora, fazendo com que o governo estadual e a Jucesc se unissem. Assim, integraram os municípios ao sistema da Junta Comercial, na busca por diminuir a burocracia e dar maior agilidade no processo de abertura.

Outra medida inovadora, a nível nacional, foi a aprovação da Medida Provisória 1.040/2021, que promove a modernização e a desburocratização no ambiente de negócios do país. Propiciou diversas mudanças na legislação para simplificar o processo de abertura de empresas, facilitar o comércio exterior e ampliar as competências de assembleias gerais de acionistas.

Na esfera das aberturas de empresas, a MP trouxe a unificação de inscrições fiscais federal, estadual e municipal no CNPJ, eliminando análises de viabilidade e automatizando a checagem de nome empresarial em segundos.

Esse é um salto enorme no âmbito dos negócios no Brasil, porém, apesar de toda essa facilidade, o que não deve mudar são os cuidados ao abrir uma empresa, mesmo sendo ela um MEI ou uma LTDA.

O caminho do empreendedorismo é árduo e tortuoso, cheio de altos e baixos, principalmente para aqueles que não dispõem de muitos recursos financeiros. É preciso ter muito planejamento e organização, além de estar atento às questões burocráticas, como cadastros, registros, contratos e impostos.

É preciso salientar que não há uma fórmula prescrita para garantir que o seu negócio gerará bons frutos, todavia, é essencial ter em mente que somente se atingirá bons resultados se o início da sua trajetória empreendedora vier acompanhada de planejamento, muito estudo e domínio do mercado que irá enfrentar.

Por: Danielle Di Domenico e Carolina Baldissera Walter
R&B Assessoria e Consultoria
Contato: (48) 9912-0234

*Coluna ‘Evoluir Empresarial’, publicada no jornal ‘O Celeiro’, Edição 1673 de 22 de abril de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui