A Importância do Planejamento Tributário alinhado às Estratégias da Empresa

Toda vez que um novo exercício financeiro se inicia, é fundamental que a empresa elabore um planejamento financeiro eficaz, com a finalidade de encontrar estratégias fiscais e contábeis para diminuir o valor pago com tributos, gerar lucro para o negócio, reduzir os custos e alcançar melhores resultados. O planejamento tributário é uma medida usada que possibilita que a empresa reduza sua carga tributária por meios legais, tornando-se extremamente importante por permitir que a instituição se organize e encontre uma maneira de aproveitar todos os benefícios tributários disponíveis.

Um planejamento tributário bem-feito e alinhado com as estratégias do negócio impacta diretamente no sucesso da empresa. Veja os motivos:

•Reduz os custos do negócio, sem interferir na qualidade do produto ou serviço prestado;

•Controla o fluxo de caixa, já que o pagamento de tributos pode ser feito de várias maneiras após o recebimento de uma venda;

•Diminui ou elimina pagamentos de tributos desnecessários;

•Contribui para a escolha adequada do regime tributário;

•Aumenta a competitividade da empresa no mercado;

•Propicia o aproveitamento de incentivos fiscais;

•Reduz o risco de autuações fiscais, entre outros.

Sendo que ao criar os cenários deve definir qual é o regime tributário mais apropriado para a empresa. Para se certificar disso, faça simulações tributárias sobre cada regime tributário no qual a instituição se encaixa. Considere todas as informações levantadas e conhecimentos teóricos adquiridos.

Como pode perceber, o planejamento tributário é uma estratégia legal, ou seja, prevista em lei, que pode ser feito por qualquer empresa que busque redução de custos, com a finalidade de aumentar os lucros, se tornar mais competitiva e alcançar os resultados esperados dentro da legalidade.

Estamos chegando ao final do ano contábil, que se encerra em dezembro, e com isso é primordial definir metas e determinar aonde a empresa que chegar a certo período. Planos de expansão, previsão de faturamento bruto e análise do fluxo de caixa também devem ser estudados nessa época. Essas questões são importantes para entender se será preciso modificar o regime de tributação em pouco tempo.

Por: Douglas Rayzer
Sócio Proprietário – R&B Assessoria e Consultoria
Contato: (49) 99907.8738

*Coluna ‘Evoluir Empresarial’, Jornal ‘O Celeiro’, Edição 1697 de 07 de Outubro de 2021.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui