Gerenciamento do estresse

Estresse é o mal do século, você já deve ter escutado falar. O estresse provoca grande mudanças emocionais, comportamentais e fisiológicas.

As fontes de estresse podem ser externas ou internas. Nas sessões de psicoterapia é possível aprender a gerenciar o estresse por meio de técnicas e ferramentas, consequentemente, melhorando a qualidade de vida como um todo.

“O estresse é uma resposta de adaptação do organismo frente a situações de desafio, de ameaça real ou imaginária. Portanto ele é positivo. O problema é quando ele se torna crônico e desta forma coloca a saúde em
risco. ”

Não há uma receita pronta para o gerenciamento do estresse. Algumas sugestões que ajudam são: evitar a cafeína, praticar atividade física, dormir mais, respirações conscientes e ter alguém que você confia para conversar, se necessário buscar apoio de um profissional especializado.

Lidar com o estresse e gerenciar de maneira saudável está no alcance de todos. É importante encontrar técnicas que se adaptam a sua realidade e desafios.

Dicas para gerenciar:

  1. Evite cafeína, álcool e nicotina: Evite, ou pelo menos reduza o consumo. A cafeína e
    a nicotina são estimulantes e, assim, aumentam o seu nível de stress, em vez de reduzi-lo.
  2. Pratique Atividade Física: Quando você se sentir estressada (o) e tensa (o), faça uma
    rápida caminhada ao ar livre.
  3. Durma mais: Certifique-se de que seu quarto é um oásis tranquilo, sem lembranças
    das coisas que causam estresse.
  4. Experimente algumas técnicas de relaxamento: Existem muitas maneiras experimentadas e testadas para reduzir o estresse, então tente algumas e veja o que funciona melhor para você.
  5. Fale com alguém: Conversar com alguém sobre como você se sente pode ser útil.
    Falar pode funcionar, seja distraindo você de seus pensamentos estressantes ou
    liberando parte da tensão acumulada.
  6. Mantenha um diário: Anote a data, hora e local de cada episódio estressante, e observe o que você estava fazendo, com quem estava e como se sentia fisicamente e emocionalmente.
  7. Assuma o controle: Aprender a encontrar soluções para os seus problemas ajudará
    você a se sentir mais no controle, diminuindo assim o seu nível de estresse.
  8. Gerencie seu tempo: Aceite que você não pode fazer tudo de uma vez e
    comece a priorizar suas tarefas.
  9. Aprenda a dizer “não”: Aprender a dizer “não” a solicitações adicionais ou sem importância ajudará a reduzir seu nível de estresse e também poderá ajudá-lo a desenvolver mais autoconfiança
  10. Descanse: Se você estiver se sentindo mal, não sinta que precisa seguir em frente. Um curto período de descanso permitirá que o corpo se recupere mais rapidamente.

* ‘Espaço Bem-estar’, publicado no Jornal ‘O Celeiro’, Edição 1736 de 30 de junho de 2022.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui