Segunda-feira , 11 Dezembro 2017
Home / Opinião / Colunistas / Camilo Dorneles / Qual será nosso verdadeiro tesouro?

Qual será nosso verdadeiro tesouro?

Camilo Dorneles

Isso mesmo, qual será o nosso verdadeiro tesouro?  Seria um baú cheio de ouro? De joias valiosas? De diamantes lapidados?

Diante de muitos fatos em que vemos de líderes de algumas nações entrando em possíveis conflitos, coube a mim uma breve síntese do tema. Estava eu em um dos meus momentos de reflexão, até que me abordei nesta simples e breve parábola bíblica, registrada no livro de Lucas 12.16-21.

“Jesus conta a história de um homem que conseguiu uma safra surpreendentemente abundante. Diante dessa grande bênção, ele planeja construir celeiros maiores para que guardasse toda a sua riqueza para então aproveitar tudo que a riqueza poderia lhe proporcionar por anos e anos. Deus entra na história reprovando a atitude do homem que, segundo Deus, morreria naquele mesmo dia. Jesus critica o cuidado excessivo do homem em ajuntar tesouros terrenos e o descuido total do homem em construir tesouros celestiais, que agradassem a Deus”.

Supondo tal situação, cabe-nos pensar diante da parábola, que nem todo dinheiro do mundo possa comprar, ou conquistar tais momentos ou até mesmo a dignidade e o caráter do ser humano. Dinheiro não compra um abraço apertado, que num momento de dor e aflição ajude a te recompor.

Dinheiro não compra o sorriso de uma família em harmonia, ao sentar-se à mesa na hora das refeições, ou até mesmo, em alguma reunião de família. Riqueza não compra o sorriso de um filho, não conquista o bem-estar com o seu cônjuge, o afago perante seus amigos de verdade.

Do que vale a riqueza, se o coração e a mente estão submersas de muitos males que sociedade vive, da ganância, do ódio, da raiva, em que para sermos felizes não basta sermos milionários financeiramente, mas sim fisicamente e mentalmente, pois volto a salientar, riqueza alguma poderá comprar o perdão, e até mesmo a saúde física.

De nada adianta eu guardar um tesouro cheio de “moedas douradas” se meu sentimento espiritual estiver poluído, não tendo crença alguma, não tendo Deus no coração, não pondo em prática os ensinamentos e exemplos nos quais ele nos deixou, para que praticássemos.

Não se mede a dignidade do homem pelas roupas e pelos bens que possui, mas sim pelas atitudes e sua dignidade, perante isso deixo aqui meu pensamento, com uma meta para cada leitor que aqui se encontra.

Não deixe para dizer Eu Te Amo amanhã, diga hoje, não deixe de abraçar seu filho, sua filha, seu pai, sua mãe, seu amigo, abrace-o já, não espere para amanhã, para depois. Um simples sorriso, um simples aperto de mão poderá mudar o dia da pessoa que você gosta ou ama. Esse sim é o maior tesouro que você pode carregar consigo, e pode ter certeza, que este tesouro ninguém poderá roubá-lo, pois o mapa dele é você.

Por: Camilo Dorneles
Palestrantre Motivacional, Comunicador e Orador
[email protected]

*Coluna publicada no jornal “O Celeiro”, Edição 1499 de 05 de Outubro de 2017.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *