Quinta-feira , 19 Julho 2018
Home / Agronegócio / Geração de energia veicular- Copercampos e TSBE assinam termo de cooperação para pesquisa do uso eficiente do Biogás

Geração de energia veicular- Copercampos e TSBE assinam termo de cooperação para pesquisa do uso eficiente do Biogás

Programa desenvolvido pelo Instituto Lactec é retomado na cooperativa e objetivo é produzir o biometano que pode substituir o uso de combustíveis fosseis em veículos.

A Copercampos e a empresa de Transmissão Sul Brasileira de Energia S/A – TSBE, assinaram na sexta-feira, 06 de julho, termo de cooperação para que o Instituto Lactec possa desenvolver pesquisas para o uso eficiente do biogás produzido na Granja dos Pinheiros, em Campos Novos/SC.

O projeto de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), busca, produzir o biometano, que já é utilizado em granjas da cooperativa para aquecimento das unidades, despoluir ao máximo esse gás, para utilizá-lo na geração de energia e também para mover veículos automotores por meio do biometano, substituindo o uso de combustíveis fosseis como o diesel em tratores. O Instituto Lactec iniciou o projeto na granja da Copercampos até o ano de 2017, e agora com recursos no valor de R$ 1,4 milhões, o objetivo é finalizar o trabalho de pesquisa. O biometano – produzido a partir da purificação do biogás gerado na decomposição de dejetos orgânicos, como o suíno é uma aposta para substituir o uso dos combustíveis fosseis.

Além da geração de energia, o Instituto Lactec trabalha para que com a utilização de um tratamento com algas nos biodigestores, se produza por meio da interação com os desejos de suínos, biomassa que poderá ser utilizada em rações de animais.

O Presidente da Copercampos, Luiz Carlos Chiocca ressalta que o maior objetivo é utilizar com mais eficiência o biogás. A Copercampos, desde 1999, busca utilizar o biogás para geração de energia. Na Granja Ibicuí, por exemplo, com o uso de geradores, o biogás produzido é utilizado no aquecimento das unidades e a redução de custos com energia elétrica são superiores aos 50%.
“Desde 1999 temos o projeto de geradores na s granjas, mas não se tinha no país uma pesquisa voltada a atender essa necessidade. Anteriormente não tínhamos com destinar a energia na rede elétrica, porque não se tinha normativa para isso, mas hoje, estamos visualizando novas oportunidades. O Instituto Lactec dará continuidade ao trabalho de pesquisa que já vinha acontecendo na Granja dos Pinheiros, para melhorar o aproveitamento do desejo de suínos, transformando em gás e termos condições de produzir um gás mais limpo para utilizá-lo em veículos e tratores, por exemplo. É um projeto arrojado que traz esperanças aos suinocultores que poderão aproveitar a tecnologia e desenvolver o projeto de geração de energia limpa por meio dos dejetos de suínos, proporcionando a sustentabilidade ao sistema”, explicou.

De acordo com o Diretor Administrativo e Financeiro da TSBE, Jailson Lima da Silva, o prazo para conclusão do projeto é de 18 meses. Para ele, disponibilizar esse trabalho na Copercampos é reconhecer suas ações na geração de energia limpa. “Esse termo de cooperação visa a pesquisa e o desenvolvimento de novas utilidades para o Biogás. Nós agradecemos a Copercampos por disponibilizar sua estrutura, ao Deputado Federal Mauro Mariani e ao Deputado Valdir Colatto que trabalharam para garantir esse recurso na Aneel para o estado de Santa Catarina. A Copercampos é uma das maiores cooperativas do Brasil e já tem uma gestão visionária de geração de energia limpa e inova com a sustentabilidade energética”, ressaltou.

Toda a tecnologia que a pesquisa estará desenvolvendo na Granja dos Pinheiros será de domínio público e a Federação Catarinense dos Municípios – Fecam. O projeto de microgeração de energia estará à disposição da Copercampos para implantação nas demais granjas e também aos produtores associados, para geração de biometano e também de energia elétrica para utilização em suas unidades.

Presentes na assinatura do termo de cooperação, autoridades políticas da região e o Deputado Estadual Romildo Titon, além de representantes da Fecam, Associação Pró Mover e INDESSC, visualizaram novas oportunidades para as comunidades. Com a pesquisa, estas entidades e municípios poderão implantar sistemas e também apresentar aos produtores rurais para fomentar a geração de energia limpa e renovável com o uso de biodigestores em propriedades que atuam na produção de suínos.

Trator com a tecnologia

Um trator movido a biometano foi apresentado pela New Holland ao mercado brasileiro. O veículo utiliza o biogás para se locomover e vem sendo testado em regiões do país.

*Informações: Comunicação/Copercampos

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *