Domingo , 20 Agosto 2017
Home / Cotidiano / Campos Novos fecha primeiro semestre com saldo positivo na geração de vagas de emprego

Campos Novos fecha primeiro semestre com saldo positivo na geração de vagas de emprego

O primeiro semestre de 2017 apresentou saldo positivo na geração de emprego em Campos Novos, conforme dados repassados pelo Posto do Sine (Sistema Nacional de Emprego) do município.

Os dados, que representam o saldo entre profissionais admitidos e desligados no período, foram divulgados pela Diretora de Departamento do Sine, Dilse Bortoli.  Foram 2.324 admissões contra 2.077 desligamentos, fechando o primeiro semestre com um saldo positivo de 247 contratações.

Para Dilse Bortoli, Campos Novos ostenta uma situação privilegiada. “Nós estamos numa situação privilegiada porque ainda é positivo nosso índice de admissões no primeiro semestre. Em nível de Campos Novos, 247 admissões a mais que demissões é um número interessante e otimista, levando em consideração a atual conjuntura. Santa Catarina, Paraná e Rio Grande do Sul, ainda são estados que tem um nível de empregabilidade maior em relação aos demais estados brasileiros”.

Dilse Bortoli

De janeiro a junho de 2017, o Posto do Sine registrou 8.271 atendimentos, entre os quais, 630 carteiras de trabalho emitidas e 498 entregues, 1.103 requisições de seguro desemprego encaminhadas, 965 vagas captadas para emprego e 762 trabalhadores colocados no mercado de trabalho.

Em julho, o saldo de emprego reduziu, porém, Campos Novos ainda está entre os municípios com boa oferta de vagas. Dilse Bortoli afirma que sempre há vagas disponíveis no Sine, mas avalia que a dificuldade no preenchimento ainda se dá pela falta de qualificação da mão de obra. “A vaga braçal, que não precisa experiência e tal, temos a BRF que contrata bastante. Mas a maioria das vagas que temos, 90%, exige experiência e qualificação. Sempre temos vagas no Posto do Sine e a dificuldade no preenchimento é a falta de qualificação profissional, especialização. A maioria das pessoas que estão desempregadas, não possui qualificação profissional e tem baixa escolaridade. É um desafio a qualificação, é cultural, mesmo havendo cursos disponíveis, o trabalhador não tem interesse em se qualificar, mesmo quando a gente busca. Quem já possui alguma qualificação, experiência profissional, está sempre buscando se aperfeiçoar mais”, avaliou a diretora.

Dilse informou ainda que para contratações na BRF, todas as quintas-feiras, há inscrições no Sine para o processo seletivo com a presença de uma psicóloga da empresa, a partir das 13 horas.

Confira as vagas disponibilizadas pelo Sine em Campos Novos:

Ambos os sexos: 40 vagas para Auxiliar de Produção.  (BRF); 01 vaga para Vendedor de Serviços, com experiência; 01 vaga para Massoterapeuta; 01 vaga para Acupunturista; 01 vaga para Assistente Administrativo (Joaçaba); 01 vaga para Assistente de Laboratório de Controle de Qualidade (Joaçaba); 01 vaga para Analista de Crédito, com curso de Administração, Ciências Contábeis, com experiência.

Masculino: 01 vaga para Vendedor Pracista, com experiência em venda externa; 01 vaga para Promotor de Vendas, possuir moto, com experiência; 02 vagas para Mecânico de Máquinas Pesadas e Caminhão, com experiência; 02 vagas para Torneiro Mecânico, com experiência comprovada; 01 vaga para Serralheiro, com experiência comprovada; 01 vaga para Eletricista Profissional, com experiência comprovada; 01 vaga para Ajudante de Eletricista, com carteira de habilitação e conhecimento na área; 01 vaga para Operador de Pá Carregadeira, com experiência; 01 vaga para Soldador MIG e TIG com experiência (Joaçaba); 01 vaga para Operador de Policorte ou Serra (preparação de peças de metal) (Joaçaba); 01 vaga para Programador de Máquina de Corte Laser (Joaçaba); 01 vaga para Mecânico de Manutenção de Implementos Agrícolas (Erval Velho); 01 vaga para Mecânico Caldeireiro (Erval Velho); 01 vaga para Soldador (Erval Velho).

Feminino: 01 vaga para Atendente de Farmácia, acima de 25 anos, com experiência em carteira 2 anos; 01 vaga para Cozinheira de Restaurante, com experiência comprovada em carteira.

*Reportagem publicada no Jornal “O Celeiro”, Edição 1491 de 10 de agosto de 2017.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *